Produtividade

5 passos para avançar na sua carreira.

Resultado de imagem para subir na carreira mulher

Você se considera reconhecido no seu trabalho?
Sente que o que faz é importante e te faz feliz?
Enxerga importância na sua função?
Sente que o que você investiu em você está sendo recompensado através do seu salário e benefícios?
Pois é. Existem formas de alavancar na sua carreira e conseguir chegar onde você quer.

  1. Invista em você.
    Não adianta você querer que sua empresa te note, te reconheça, se não há o que ser notado ou reconhecido. Se você não tem um currículo que se destaque dos demais. Se você não investe na sua carreira, provavelmente a empresa não priorizará em investir em você também.
    Qual é a sua formação? Ensino médio? Nível superior? O que mais dá para você aprender?
    Será que existe uma pós graduação que pode completar com mais informações? Será que não existe um curso livre ou de extensão que você pode fazer para se atualizar no seu segmento?
    Guarde um dinheiro para isto. Pesquise bolsas ou descontos. Veja a possibilidade de cursos online que, geralmente, são mais baratos.
    Mas se você não vê importância em investir nos seu próprio crescimento através dos estudos, não espere que outros vejam.

2. Seja impecável.
Com certeza existem várias pessoas na sua própria empresa ou em outras que                   sabem fazer o que você faz. Alguns até com mais experiência que você, mas sabe o           que vai fazer a diferença? A FORMA como você faz o que faz.
Alguns já se cansaram e executam tudo no automático. Já não questionam e não                 pensam em inovações.
Faça o que você faz da melhor forma possível! Pense no que tem dado errado e                   sugira mudanças, não se canse de tentar melhorar, seja na rapidez, nos processos,             nos detalhes, etc. Vários fazem o que você faz, mas não COMO você faz. Então use             isto a seu favor. 😉

3. Aprenda um idioma
 Não importa qual seu segmento, não importa qual sua função, não importa se a                  empresa que você trabalha é multinacional ou não. Falar um novo idioma é uma                janela para outro mundo, outras possibilidades, outras oportunidades, outras                      formas de ver a vida.
Eu escrevi no linkedin, já faz um tempo, um post sobre isto e, realmente, convido                você a lê-lo para entender o que quero dizer, e quem sabe, te convencer a começar a          estudar hoje mesmo!

4. Participe de eventos na sua área.
Você já deve ter ouvido falar de network. É uma palavra usada para falar sobre sua            rede de conhecimentos. Pessoas que podem ser interessantes para trocar ideias e                aprender mais ou ter melhores oportunidades.
Entendam que não é algo relacionado a interesse. Você não vai querer conhecer as            pessoas para conseguir algo em troca. Pode ser pela amizade em si, pelo                                conhecimento, pelas coisas que aquela pessoa sabe e você não.
Quando estou falando de eventos não estou me referindo à nada chique. Pode ser os          eventos da sua faculdade ou, mesmo você que já se formou, sei que eles enviam                  convites para ex-alunos. Fora que, geralmente são DE GRAÇA! 😉
As pessoas ali estão dispostas a aprender, a conhecer pessoas novas, a falar sobre o            mesmo assunto que você está buscando. Que oportunidade, hein!!

      5. Trabalhe sua inteligência emocional.
O mercado está difícil para quem procura emprego, mas também está difícil para               quem está contratando. Acredite! Encontrar pessoas atualizadas, bem preparadas,             com a mente aberta não está tão fácil assim. Um currículo espetacular não substitui           uma pessoa equilibrada e que sabe lidar bem com suas emoções.
É preciso saber lidar com pessoas, com pressão e com suas próprias frustrações. Fiz           um vídeo a algum tempo atrás onde falo sobre isto de forma mais detalhada. Vale a           pena assistir. É só clicar aqui!

E aí? Qual ou quais você já está ok e qual ou quais ainda precisa colocar em prática?

Sucesso!

Anúncios
Produtividade

Preencha seu calendário antes que outros façam por você.

Resultado de imagem para tetris+mãos+negócios

Todos temos medo daquela vista pavorosa do nosso calendário com reuniões sobrepostas uma à outra, reservas duplas (ou triplas),e mais.
Se você se encontra indo de uma reunião para outra, precisa reavaliar seu calendário.
E ironicamente, a razão de seu calendário estar sobrecarregado é porque você não o preencheu primeiro.

Muitos compromissos ou não o suficiente?

Quando você olha seu calendário, por acaso parece um jogo de tetris? Preenchido com dezenas de ladrilhos de compromissos coloridos cobrindo seu calendário?
Isto pode ser muito estressante. E não é divertido tentar fazer malabarismos com todas estas obrigações, uma vez que elas estão no seu calendário.
No entanto, a resposta para este problema não é limpar seu calendário, mas ao invés disto, preenchê-lo.

“É sua vez. Tenha certeza de preencher seu calendário antes que outros façam por você.”

Ao invés de deixar que outros aglomerem seu calendário com solicitações, compromissos e reuniões…você precisa preencher seu calendário com as coisas que são importantes para você.
Até porque, é o seu calendário e seu tempo. Por que você deixaria outros fazê-lo antes de você planejar suas próprias atividades?

Aqui vão 5 dicas para te ajudar a administrar melhor seu calendário:

  1. Preencha seu calendário: Sempre preencha seu calendário antes que outros agendem coisas nele. Bloqueie seu tempo de pausa duas semanas antes para suas metas, projetos, etc.
  2. Diga não quando apropriado– Não tenha medo de declinar ou dizer não a uma reunião ou pedido. Só porque alguém te enviou um convite para uma reunião, não significa que você precisa aceitá-lo. É o seu tempo, afinal.
  3. Você sempre pode mudar depois– Algumas pessoas têm medo de preencher seu calendário porque acham que tem mais flexibilidade. Muito pelo contrário. É mais fácil abrir tempo em sua agenda quando você controla os bloqueios.
  4.  Coloque tarefas no seu calendário– Seu calendário e sua lista de tarefas precisa andar juntos. Coloque as tarefas importantes direto no seu calendário. Agendar compromissos com suas tarefas garantirá que terá tempo para fazê-los.
  5. Defenda os tempos-chave– Outra grande tática é defender as janelas do seu tempo mais importante. Quais períodos do seu dia são mais importantes para você? Talvez seja na parte da manhã para planejar. Ou no período do almoço para um treino rápido. Ou fim de tarde para passar tempo com sua família. Seja o que for que é mais importante, proteja este período, já bloqueando-o constantemente.

Tome o controle do seu calendário.

Melhor que deixar um calendário vazio à merce dos outros, mantenha-o bloqueado com suas atividades importantes.
Coloque seu tempo primeiro, antes que outros o tenham. Esta não é uma atitude egoísta, mas sim é uma atitude que deixa que você tenha suas prioridades feitas, de forma que você consiga ajudar outros.
É o seu calendário. Mantenha-o preenchido.

Texto traduzido deste link: https://timemanagementninja.com/2016/10/fill-up-your-calendar-before-others-do/

Produtividade

Porque você deveria dar um salto na sua carreira quando outros acham que é um erro.

Woman running through office, hurdling chairs

Se seu objetivo é encontrar um trabalho que realmente te motiva e te desafia, em algum momento você terá de implorar por confiança para enfrentar a convenção. Você terá de pensar menos em sua marca, status, e outras coisas que você pensa que deve fazer. Ao invés disso, você precisará focar em encontrar um emprego que se alinha com a pessoa que você quer se tornar.

A sabedoria convencional diz que nós devemos ficar com rebanho, ficar a salvo, proteger suas apostas. Mas como alguém já me pontuou quando eu tinha meus vinte anos, seguir a sabedoria convencional não leva à inspiração ou a oportunidades de crescimento. Não muda dramaticamente sua rede de contatos, expande sua base de conhecimento, ou permite que você descubra o que, unicamente, te energiza. O único modo de fazer isto é seguir um caminho diferente.

Havia dois pontos-chave em minha carreira quando eu fiz escolhas não convencionais. Cada uma mudou minha vida de maneiras importantes. A primeira veio quando eu estava acabando um trabalho de dois anos após a faculdade no Boston Consulting Group. Todos os meus colegas de trabalho seguiram para prestigiosos programas de MBA. Eu queria também, mas meu coração não, e três semanas antes, quando eu deveria voltar para a escola, recuei.

Eu decidi ao invés disto aceitar um emprego como gerente de uma empresa de arquitetura e design de mais ou menos vinte pessoas que focava em projetos corporativos elegantes. Muitas pessoas, especialmente meus pais, pensaram que eu estava louco. O que um engenheiro da Princeton com dois anos em consultoria de gestão de primeira linha em seu currículo estava em uma pequena firma de arquitetura? Onde isto poderia me levar?

Mas eu levei muitas lições importantes na empresa de arquitetura e design. Eu aprendi em tempo real sobre como um negócio funciona; a importância do fluxo de caixa, precificação e cobrança; e a centralidade da cultura e marca em se diferenciar em um competitivo mercado de trabalho. Eu também aprendi como contratar e demitir pessoas. Todos estes aprendizados inestimáveis provados em minha futura vida como decano em uma escola de negócios. Assim como o destino teria me cobrado, décadas depois eu seria responsável por duas escolas no exterior construindo projetos na universidade de Nova Iorque – Stern and Northwestern-Kellogg. Eu não poderia ter me preparado melhor!

Meu segundo movimento não convencional veio mais de uma década depois. Depois da empresa de arquitetura e design, voltei para a escola, fiz PhD e finquei minha primeira posição em faculdade na escola de negócios da Universidade de Chicago. Eu fiquei lá por nove anos quando surgiu uma oportunidade de trocar para NYU, e eu agarrei esta oportunidade. Muitos pensaram que era um erro. NYU não era considerada de prestígio ou com recursos. Mas para mim, me pareceu ser um ajuste cultural muito melhor. (Naquela época , Chicago estava cheio de economistas homens, havia pouquíssimas mulheres ou psicólogas, e era conhecida por sua cultura difícil).

No fim das contas eu estava certa. Me encaixei bem na NYU, tão bem que comecei a prosperar como professora. E fui notada pelo presidente da NYU , que se tornou uma dos meus mentores mais influentes e o patrocinador mais importante da minha carreira. Ele viu uma líder em mim antes mesma de eu ver.

Ajuda bastante usar relações de status grandes desde o início para lançar sua carreira. Eles te darão legitimidade e credibilidade. Mas para crescer e ser um líder de alto impacto, haverá um tempo em que você precisará fazer uma escolha entre a segurança do status e a possibilidade de um ajuste melhor e uma oportunidade única de crescimento.

Eu sou grata que aprendi a ouvir e a prestar atenção naquela ainda pequena voz dentro de mim – contrária às vozes ao meu redor – e aceitei aquelas oportunidades de trabalho novas e não convencionais. Em cada posição eu era levada a ser mais corajosa e criativa do que eu pensava que poderia ser.

https://www.linkedin.com/pulse/why-you-should-make-career-jump-when-others-think-its-sally-blount?trk=v-feed&lipi=urn%3Ali%3Apage%3Ad_flagship3_feed%3BhamnjDlvXvoRVJit6beZuQ%3D%3D

Produtividade

Foco no trabalho ou foco na carreira?

carreira-1
Fonte

Este ano de 2017 será marcado pra mim como o ano de decisões, e como você já deve ter visto lá no youtube, a minha palavra de ordem do ano é FOCO. Não é à toa que, em meio a tantas decisões, eu preciso saber exatamente o que quero para decidir sabiamente, rumo aos meus objetivos.

O que eu mais quero é ser feliz fazendo o que gosto  e levar uma vida financeira estável e confortável como uma das recompensas.
E para isto me questiono todo o tempo quão perto estou do que desejo pra minha vida profissional.

Numa destas horas em que parei para pensar me questionei o que acabou virando o tema deste post: Foco no trabalho ou foco na carreira?
Em uma das decisões que tenho que tomar, isto fez sentido pra mim.
Foi algo que uma colega de trabalho me falou algumas vezes, mas que eu não conseguia entender. De repente, a ficha caiu.

Às vezes ficamos tão inebriados pelas oportunidades incríveis que aparecem em nossas vidas que acabamos tirando os olhos do que realmente queremos fazer. Nem sempre o que você está fazendo É o que você quer, mas está relacionado ao plano maior.
Deu pra entender?

Focar no trabalho é manter seus olhos, seu esforço, seu tempo, suas energias exatamente na sua função, na sua profissão. Focar na carreira é ter o olhar macro, como se você estivesse olhando de cima e tivesse uma visão do todo. Não necessariamente sua função é a ideal ou satisfatória, mas é um passo para aquilo que realmente deseja.

Quando focamos no nosso trabalho corremos o risco de nos desmotivarmos, principalmente porque quando você chega ao máximo que poderia a tendência é se perguntar: “E agora? Vou fazer exatamente isto para o resto da minha vida?”
Para quem gosta de desafios, isto pode ser extremamente destruidor.

Quando focamos na carreira, sempre temos algo para aprender e passos parar dar.
Sabemos que por mais que estejamos em uma função limitada, podemos buscar novos desafios aprendendo mais ou até mesmo alçando vôos mais altos em outros lugares.

Foque no que é grande, no que é crescente, no que te dá mais oportunidades e no que vai te motivar a crescer: sua carreira.
Ainda que demitido sua carreira não acaba, apenas seu trabalho. Ainda que não receba o reconhecimento merecido sua carreira não fica escondida, apenas sua função. Ainda que não te olhem com o olhar que você gostaria, quem não te olha é seu gestor ou sua empresa (trabalho), mas o mercado (carreira) continua acontecendo e abrindo oportunidades.

Mantenha seu foco no que vale a pena e no que perdura!

Sucesso!

Mais, Produtividade

Por que livros são os melhores amigos dos grandes líderes.

1466397980
Fonte

Há muitas características associadas aos líderes. Gerenciamento, confiança, construção de equipe e por que não? Mas, a característica que nós esquecemos é que todos eles são bons leitores. Fale sobre qualquer um dos líderes inspiradores, seja do presente ou do passado, e você perceberá que todos eles têm o hábito da leitura.

De Winston Churchill a Steve Jobs, eles todos foram grandes leitores. De fato, Steve Jobs tinha um amor especial pelo poeta galês Dylan Thomas. Mas, o que é isto que faz ler uma atividade tão impactante para inspirar grandes líderes?

Ou, em outras palavras – por que você deveria inculcar este hábito se você quer tornar-se um grande líder? Bem, aqui estão algumas razões:

Ler, leva a aprender:
Uma das coisas que é comum entre todos os líderes poderosos é que eles nunca param de aprender. E, ler é um jeito ótimo de aprender coisas novas. De fato, você não consegue sempre gastar tempo fazendo aulas para aprender algo novo. Mas, você consegue sempre passar algumas horas, aqui e ali, para ler um livro sobre este tópico e aprender o básico.
Este é o porquê grandes líderes estão sempre encontrados imersos em livros sempre que eles têm tempo livre. Até porque, há uma razão porque eles dizem “Livros são sempre os melhores amigos de um homem”.

Ler inspira inovação:
Nós não conseguimos experienciar tudo na vida. Este é o porquê é imperativo aprender com outros. Grandes líderes tem esta tendência para com os livros porque eles os inspiram a aprender com as experiências de outros. Livros são um meio através do qual o escritor dá forma aos seus sonhos. Estes sonhos podem colocar os degraus de algo inovador, os quais são difíceis de pensar em um mundo ideal.
É onde as sementes da inovação são semeadas. E, este é o porquê de grandes líderes não deixarem a oportunidade de ler passar sempre que podem.

Ler traz novas perspectivas na sua forma de pensar:
Um bom líder tem de ser bom com pessoas, de outra forma ele não se tornará um bom líder. Livros ajudam bons líderes a tornarem-se grandes inculcando uma nova perspectiva no pensar. Quando você lê um livro, você está lendo como uma pessoa em particular pensa ou percebe uma situação em particular. E como ele/ela reagiria a isto.
De certa forma, isto te ajuda a quebrar o molde do seu pensamento pessoal. Isto traz uma nova perspectiva que te ajudará a atender porque uma pessoa reage ou se comporta , como ele/ela faz em uma situação.
E, isto pode ser de grande ajuda a um líder. Até porque, um bom líder colocar suas tropas para marchar de uma forma que todos se sintam importante.

Ler te leva para longe de tudo:
Em um mundo ideal, é impossível ir para longe de tudo. Mas, as vezes você precisa ir em direção àquele mundo de falácias para vier seus sonhos e inspirar sua criatividade.
Livros são o meio perfeito de alcançar isto. Livros podem ser o recurso perfeito para fazer uma pausa sem ter que nem sequer se mudar.
Além disto, o hábito da leitura também aumenta sua concentração. Você teria notado que aqueles leitores ávidos são geralmente encontrados perdidos neste mundo. Com uma concentração melhor você consegue eventualmente voltar ao trabalho com foco melhor, e alcançar mais.

Ler é o melhor desestressador.
Ninguém consegue negar o fato que ser líder é um trabalho estressante. Você precisa tomar decisões, trabalhar com várias pessoas e ter certeza de que tudo e todos estão em harmonia. Este estresse de gerenciar e lidar com tantas coisas podem levar a um pesado pedágio às pessoas. Mas, livros podem ser os melhores desestressores para alguém que está passando por esta situação. E, a melhor parte é que você pode também aprender coisas novas com qualquer livro que leia.Grandes líderes sempre se mantém acompanhados de bons livros para ler então no fim do dia eles conseguem se livrar de todos os estresses, lendo.

Estes são alguns dos hábitos que eu tenho gerenciado para adicionar ao meu repertório depois que comecei a ler mais. E, isto tem me ajudado a me tornar um líder melhor e um gerente melhor. Se você também quer se tornar melhor como líder, e uma pessoa em geral, então estas dicas podem de ser de grande ajuda. Tente e veja como elas funcionarão bem pra você!

Traduzido deste link: https://www.linkedin.com/pulse/why-books-best-friend-great-leaders-vartika-kashyap?trk=hp-feed-article-title-channel-add