Finanças Pessoais

Economias bobas.

Resultado de imagem para i don't have money

A gente passa por cada aperto, né?

É conta pra pagar, presente pra comprar, dívida pra quitar, lazer pra administrar e nosso dinheiro, ao mesmo tempo que falta, parece que se multiplica.

A gente não sabe como consegue fazer tanta coisa e nem como conseguiremos fazer mais, pois o salário já acabou. rs

Hoje eu vim falar sobre algumas economias, que eu chamaria de burras, mas pode soar muito rude, então colocarei como economias bobas.

Quando falamos em economizar geralmente pensamos em cortar gastos. Ok, está certíssimo! Se não temos como fazer mais dinheiro entrar, precisamos fazer menos dinheiro sair. O raciocínio é este, porém, onde faremos os cortes?

Se você me responder: dos lanches ou delivery dos fins de semana, concordo. Se falar das compras por impulso, também concordo. Estes gastos repetitivos geralmente são os que tiram nossas finanças do equilíbrio.
São compras que nos dão aquele prazer do momento, mas que depois chega acompanhado do estresse porque sabia que não devia ter gasto.

Vamos fazer uma conta bem inocente?
Se cada fim de semana você sair para comer no MC Donald’s e duas vezes no mês você for ao cinema:

Uma média de lanches lá, seria cerca de R$25,00 X 4 = R$ 100,00
O cinema, vamos supor que você não tem direito à meia entrada, seria uma média de R$ 30,00 X 2 = R$ 60,00.
Dando um total de R$160,00 por mês.
Mas sabemos que você sai mais do que isso porque estou contando apenas um dia do fim de semana. O que você costuma fazer com o outro dia? Onde você gasta?
Vamos colocar a pizza sagrada? Se você pedir todos os fins de semana, vamos chutar baixo, uns R$30,00 (dependendo da localização e do sabor pode ser o dobro deste valor), ficaria R$ 120,00 por mês, mais o refrigerante que não pode faltar, vamos colocar uns R$ 8,00. R$ 32,00 por mês com refrigerante.
Temos aqui, um total de R$ 312,00. 

Estou falando para você nunca mais comer fora ou pedir pizza ou ir ao cinema? Lógico que não!
Mas quando dizemos que não temos dinheiro precisamos ser sinceros conosco e procurar onde ele tem ido que não nos possibilita fazer outras coisas que dizemos que queremos.

Conheço muita gente que diz que gostaria de fazer um curso de inglês, mas não tem dinheiro.
Também vejo pessoas que falam que gostariam de começar a ir à academia, mas não têm dinheiro também.
Outras não entram na faculdade porque é muito caro.
E a lista não tem fim.

Quando falo em economia burra boba estou me referindo exatamente a isto: deixar de fazer coisas que vão nos trazer benefícios a longo prazo, mas jogamos nosso dinheiro no ralo, por vícios de consumo.

Você pode pesquisar escolas com descontos ou mais baratas, pode fugir das grandes marcas e escolher lugares com boas referências, pode fazer academia nestas econômicas que estão lançando, com preços bem abaixo do mercado, e assim por diante.

Não ter dinheiro nem sempre é a verdade a respeito de não fazermos o que precisamos. Pode ser uma desculpa para não admitir a má gestão do seu dimdim.

O que você me diz?

Faça uma conta a respeito dos seus gastos apenas de fim de semana. Coloque na ponta da lápis todos o investimentos em você que fala que gostaria de fazer mas não tem dinheiro: cursos, academia, livros, etc.
Será que realmente te falta dinheiro?

Pense nisto. 

 

Finanças Pessoais, Mais, Youtube

Minhas finanças: Gastos para Paraty, compra do laptop, bloqueando cartão e muito mais!

Terça é dia de vídeo da série “Minhas Finanças”.

Nada melhor que aprender algo vendo na prática.

Nesta série eu mostro como tenho administrado meu dinheiro e como faço para lidar com contas do dia a dia ou imprevistos que acontecem no meio do caminho.

Anote tudo e comece a colocar, AINDA HOJE, em prática! 😉