Minimalismo

Destralhar não funciona.

destralhar

Destralhar é, de longe, uma farsa. Se você clicou neste post para descobrir como destralhar seu armário, está no lugar errado. Você terá dificuldade em encontrar qualquer coisa aqui mesmo que vagamente parecido com “67 meios de destralhar uma casa bagunçada”. Isto porque destralhar por si só não resolve o problema: discutir como se livrar de suas coisas responde apenas o “o que”, mas não o “porque”.

O “o que”- por exemplo ‘como’ – é fácil. Todos sabemos instintivamente, como destralhar. Você pode começar pequeno: foque em um cômodo por vez, faça progressos a cada dia enquanto você trabalha rumo a simplificar a vida. Você pode ir grande: Alugue uma caçamba e jogue tudo fora, prosseguindo para uma vida mais cheia de significado. Ou você pode tomar o caminho moderado e abraçar o lado divertido de destralhar, aproveitando todo o processo de simplificar.

As pessoas deveriam, no entanto, estar muito mais preocupadas com o porque – o propósito por trás de destralhar – do que com o o que. Enquanto o o que é fácil, o porque é muito mais obscuro porque a natureza do porque é altamente individual. Ultimamente tem a ver com os benefícios que você você vai experienciar quando estiver do outro lado do destralhar.

Destralhar não é o fim do resultado – não é nem mesmo o primeiro passo. Você não se torna instantaneamente feliz somente por se livrar de suas coisas – nem mesmo a longo prazo. Destralhar não funciona assim. Se você simplesmente abraçar o o que sem o porque, não chegará a lugar nenhum. É possível se livrar de tudo que possui e ainda ser completamente miserável, ir para casa, sua casa vazia, e enlouquecer depois de remover todas as suas chupetas.

Quando você se livra da maioria das suas coisas, você é forçado a confrontar seu lado escuro:

  • Quando eu dei tanto significado às coisas?
  • O que é verdadeiramente importante na vida?
  • Por que estou descontente?
  • Quem é a pessoa que quero me tornar?
  • Como irei definir meu próprio sucesso?

Estas são perguntas difíceis com respostas igualmente difíceis, mas estas perguntas são de longe mais importantes do que abandonar seus bens materiais: se você não responde-las cuidadosamente, rigorosamente, então o armário que acabou de destralhar estará cheio com novas compras não depois de muito tempo.

Texto retirado, adaptado e traduzido deste link: https://www.theminimalists.com/decluttering/

Anúncios