Mais, Reflexões

Como destravar sua mente e produzir mais.

open-door

Somos seres de fases: temos fases de êxtase e fases de desencanto, fases de paixão e fases de frieza, fases de criatividade e fases de estagnação. É normal. Os picos nos acompanham desde que nascemos.

Muita gente me fala que estava super produtivo e “de repente” entrou em um buraco e não consegue fazer nada. Pois é. Eu fico olhando algumas pessoas e tento imaginar o que elas fazem para se manterem sempre produtivas, criativas, cheias de ideias e, a verdade é que mesmo que eu descubra o que elas fazem, talvez não sirva pra mim.

Justamente porque somos pessoas diferentes uma das outras. O gatilho que te ativa pode não servir pra mim e, ficar procurando no outro a minha solução, pode gerar frustração.

Eu sou naturalmente cheia de ideias. Às vezes tenho tantas, que nem eu mesma consigo acompanhar meu ritmo! rs Se você precisa de uma solução pra um problema ou conselho, sou a pessoa ideal. Juro! Sempre consigo ter um ponto de vista que você não tinha imaginado. E, adivinha?! Às vezes eu travo também.

Geralmente é quando estou muito cansada ou passando por um período de estresse. Então eu sei que preciso sair para um ambiente diferente do que costumo ficar, fazer atividades diferentes também ajuda muito e ter um bloquinho à mão, com certeza fará minha “máquina” (meu cérebro) volta a todo vapor!

Outra coisa que me ajuda muito a voltar a ter ideias é ler. Percebi que quando eu fico muito tempo sem ler ou sem concluir leituras por um certo tempo, é como se meu cérebro atrofiasse e pedisse por mais “comida”.

Ler me anima, me traz novas percepções, novos pontos de vista. Cada vez que termino de ler um livro sinto que minha alma está renovada e não sou mais a mesma pessoa. É incrível como me transformo!

Não foi rápido que percebi isto. Levou um tempo para eu entender como me comporto e porque me comporto deste ou daquele jeito.
Busque se conhecer nos detalhes. Às vezes o que você acha que é desânimo, pode ser a falta de algum estímulo externo e que pode ser mais fácil resolver do que você imagina.

Mais, Reflexões

Não existe manual de instruções.

caminho-para-felicidade.jpg

Já imaginou se nossa vida tivesse um manual de instruções?
Já pensou se quando você nascesse houve um manual com as melhores formas de te tratar, ou como você prefere que as coisas aconteçam?
Independente de você gostar da ideia ou não, este manual não existe.

Não existe uma fórmula secreta de fazermos as coisas acontecerem como queremos ou então de fazer as situações se encaixarem aos nossos gostos e preferências.

A verdade é que ninguém precisa se encaixar à nossa forma de viver e ninguém é obrigado a fazer o que o outro gostaria.
Não temos 100% de certeza em nada que fazemos pois a vida não é uma caixinha fechada, formatada.

Cada acontecimento, cada pessoa que se vai, cada pessoa que chega, faz parte desta grande engrenagem que é a vida. Não podemos manipulá-la, no máximo conseguimos planejá-la, mas ainda assim, temos que contar com imprevistos.

Na vida não existe manual porque se nascêssemos prontos, com todos os caminhos trilhados ou com todas as informações descritas em uma embalagem, perderíamos a oportunidade de nos alegrarmos ou comemorarmos com as coisas, não seríamos capazes de aprender tantas coisas, pois faríamos tudo conforme o que já sabemos que daria certo.

Não queira que as coisas sejam perfeitas, a perfeição é relativa e geralmente não é como achamos, não é à toa que nunca achamos que as coisas estão como gostaríamos.

Viva sua vida de forma leve e da melhor forma que gostaria. Aproveite todos os momentos. A felicidade é algo possível e não existe ou exige manual para chegar até ela.

 

Mais, Reflexões

5 coisas que ganhei com minha pós.

850b7d3a-9832-4437-aac3-4c632af55735-original

A cada sábado que passa, descubro que tomei a decisão certa em fazer minha pós e também quanto ao tema que escolhi: Gestão de Pessoas.
Talvez você esteja em dúvida quanto a continuar estudando por motivos financeiros, por falta de tempo ou por qualquer outro motivo, mas é necessário pensar na importância disto pra você. Até porque, se não for importante, você não vai querer desembolsar algum valor ou tão pouco liberar sua agenda.

Quero te contar 5 coisas que ganhei (ou que tenho ganhado) fazendo minha pós:

  1. Conheço pessoas com os mesmos objetivos.
    Como é bom, saber que tem gente que pensa parecido, que tem sonhos parecidos ou ideologias parecidas. Isto acaba me fortalecendo e não me acho tão “louca” assim quando tenho certas ideias.
  2. Vejo que estamos no mesmo barco.
    Durante a aula compartilhamos várias experiências e situações que passamos no nosso dia a dia, no trabalho, e percebo que, temos muito em comum. Mesmo empresas grandes têm seus problemas e, no fim, não existe empresa perfeita. Infelizmente.

3. Aprendo coisas novas.
Eu não poderia deixar de falar do aprendizado em si! Lógico que este é meu objetivo principal! Descobrir formas de fazer o que faço, só que melhor e também conhecer recursos e ferramentas que nem sabia que existiam. Que delícia!

4. Conheço pessoas legais.
Este é outro presente inigualável! Já fomos divididos em equipe para fazermos nosso trabalho final e que bom que minha equipe é sen-sa-cio-nal! Graças a Deus, além de serem super esforçados e interessados, também são bem-humorados e divertidos! Rio horrores com eles!

5. Me ajudou a me disciplinar financeiramente.
Que coisa estranha… fazer uma pós ajuda a ter disciplina financeira? Lógico! Quando na vida que eu conseguiria guardar mais de R$8000,00 em dez meses? Dificilmente. Sempre viriam algumas desculpas ou compromissos irrevogáveis e eu acharia o tempo muito curto. Mas como me comprometi em fazer esta pós, logo que começa o mês a mensalidade é minha prioridade. E se eu consigo guardar uma quantia tão alta (pelo menos pra mim é rs) pela pós, conseguirei guardar para outros objetivos também.

E aí? O que achou deste post? O que você fez ou tem feito que acaba ganhando muito mais do que simplesmente o conteúdo da atividade?

Conte pra mim! 😉

Reflexões

Como se ajustar às mudanças

making-changes-without-harming-your-brand-1920x800.jpg

Algumas mudanças não são previstas. Acontecem sem que percebamos e, de repente, não sabemos o que fazer.
Mudanças podem ser positivas ou negativas e mudanças podem chegar em um bom momento ou em um mau momento.
Não podemos impedi-las de acontecerem, mas podemos impedi-las que nos desestabilizem.

  1. Aceite
    Não adianta enlouquecer ou perder a linha. Não adianta tentar adiar. Primeiro é importante saber que estas mudanças terão de acontecer sim e que, dependendo do que você fizer, pode até piorar o processo; então o negócio é seguir o fluxo.
  2. Pare para pensar
    Quando nos sentimos assustados com as mudanças tendemos anos agitarmos e agimos no automático. Não conseguimos refletir. Isto é péssimo pois quanto menos pensamos, mais parece que a situação é difícil e que esta fase nunca  vai passar.
  3. Baixe a guarda.
    Não bata de frente, não tente logo de cara, mostrar seu ponto de vista ou mostrar que está descontente. O processo de mudança em si já é difícil, não torne-o mais difícil ainda. Baixe a guarda e ouça o que as pessoas têm a dizer.
  4. Converse com alguém.
    Desabafar ajuda bastante. Você consegue, se ouvindo, colocar as ideias em ordem e também ouvir conselhos de alguém que você confiou conversar. Conversar também alivia a carga que você estava carregando sozinho, guardando todas as preocupações para você.

As mudanças são importantes para nos tirar do “de sempre” e nos leva a ter experiências novas. Também passamos a nos enxergar de forma diferente, pois vivemos experiências que antes não tínhamos vivido.

Vai valer a pena. Vai gerar aprendizado! 😉

 

 

 

Produtividade

Desacelere o ritmo e aumente sua produtividade.

Resultado de imagem para desacelerar

Engana-se quem pensa que ser produtivo é não ter tempo pra nada, correr de um lado para o outro, estar sempre ocupado e ter tantos compromissos que até esquece alguns.
Este é o perfil de uma pessoa desorganizada e perdida que em alguns dias ficará louca por perceber que não está dando conta.

Quando aprendemos a ser produtivos percebemos que não é apenas uma questão de quantas coisas fazemos no dia, mas que fazemos o que realmente precisa ser feito, com a melhor qualidade possível, com  o foco 100% naquela tarefa e não em dez ao mesmo tempo.

Ser produtivo requer desacelerar. Você já tentou acompanhar o cenário através de uma janela de um carro em movimento? Você só consegue ver o que está vindo, o que passou ficou perdido. É exatamente assim quando nos aceleramos: ficamos olhando para todas as coisas que precisamos fazer e ainda não foram feitas e nos perdemos daquelas que já foram iniciadas ou que seus prazos já passaram.

É verdade que cada um tem seu ritmo. Algumas pessoas conseguem fazer mais coisas que outras, até porque já foram conhecendo seu próprio estilo e sabendo como sua mente e seu corpo funcionam e já sabem o que dá certo ou não. Mas você precisa ter paciência porque é uma caminhada. Um passo por vez.

Dê uma olhada no número de tarefas e compromissos e avalie:

  • Todos fazem sentido? Ou são só um monte de coisa pra você se sentir importante?
  • Todos são de sua responsabilidade? Ou você poderia passar para outra pessoa ou simplesmente nem fazer.
  • Todos precisam ser feitos neste mesmo dia? Ou você poderia diluir em sua semana ou em seu mês?
  • Todos tem prazo? O prazo é uma boa forma de definir o que é mais importante e deve ser feito primeiro.

Espero que você desacelere. Este é o segredo para uma vida realmente produtiva.

Gosto do que o Christian Barbosa fala: “Vamos andando, porque  a gente já corre demais”.

 

Finanças Pessoais, Podcasts

Como juntar dinheiro para conquistar seu objetivo.

dica

Quarta-feira é dia do Podcast do Dica pra Hoje!

Para quem está chegando agora, alguns Podcasts serão os áudios dos vídeos mais assistidos ou que poderiam ter mais visualizações.
É uma forma de fazer o conteúdo do Dica pra Hoje continuar em movimento e também que quem não consegue assistir, ouça!

Como conseguir juntar dinheiro para conquistar seu objetivo? Vamos ver os 9 passos!

Mais, Youtube

Os 5 vídeos mais assistidos no canal!

Resultado de imagem para youtube top 5

 

Sempre compartilho com vocês vídeos de outros canais que acompanho ou sobre temas que vocês gostam, hoje quero compartilhar também mais vídeos que vocês gostam e que são os mais assistidos desde o começo do canal (fev/2013), até hoje! Não reparem a diferença de lá pra cá porque mudei muito! rs

Vamos aos Top 5!

5. Dicas de cursos online grátis (Com mais de 36k visualizações)

 

2. Dicas para quem quer dar aulas particulares (Com mais de 50k visualizações)

 

4. Como organizar seus gastos (Com mais de 53k visualizações)

 

3. 5 erros de quem não consegue guardar dinheiro (Com mais de 63k visualizações)

 

E em primeiríssimo lugar:

  1. Como economizar e poupar seu dinheiro (Com mais de 120k visualizações).

 

Já assistiu esses vídeos?

Eu quero saber: Dos que você já assistiu, qual é o seu vídeo preferido no canal?

Produtividade

5 passos para avançar na sua carreira.

Resultado de imagem para subir na carreira mulher

Você se considera reconhecido no seu trabalho?
Sente que o que faz é importante e te faz feliz?
Enxerga importância na sua função?
Sente que o que você investiu em você está sendo recompensado através do seu salário e benefícios?
Pois é. Existem formas de alavancar na sua carreira e conseguir chegar onde você quer.

  1. Invista em você.
    Não adianta você querer que sua empresa te note, te reconheça, se não há o que ser notado ou reconhecido. Se você não tem um currículo que se destaque dos demais. Se você não investe na sua carreira, provavelmente a empresa não priorizará em investir em você também.
    Qual é a sua formação? Ensino médio? Nível superior? O que mais dá para você aprender?
    Será que existe uma pós graduação que pode completar com mais informações? Será que não existe um curso livre ou de extensão que você pode fazer para se atualizar no seu segmento?
    Guarde um dinheiro para isto. Pesquise bolsas ou descontos. Veja a possibilidade de cursos online que, geralmente, são mais baratos.
    Mas se você não vê importância em investir nos seu próprio crescimento através dos estudos, não espere que outros vejam.

2. Seja impecável.
Com certeza existem várias pessoas na sua própria empresa ou em outras que                   sabem fazer o que você faz. Alguns até com mais experiência que você, mas sabe o           que vai fazer a diferença? A FORMA como você faz o que faz.
Alguns já se cansaram e executam tudo no automático. Já não questionam e não                 pensam em inovações.
Faça o que você faz da melhor forma possível! Pense no que tem dado errado e                   sugira mudanças, não se canse de tentar melhorar, seja na rapidez, nos processos,             nos detalhes, etc. Vários fazem o que você faz, mas não COMO você faz. Então use             isto a seu favor. 😉

3. Aprenda um idioma
 Não importa qual seu segmento, não importa qual sua função, não importa se a                  empresa que você trabalha é multinacional ou não. Falar um novo idioma é uma                janela para outro mundo, outras possibilidades, outras oportunidades, outras                      formas de ver a vida.
Eu escrevi no linkedin, já faz um tempo, um post sobre isto e, realmente, convido                você a lê-lo para entender o que quero dizer, e quem sabe, te convencer a começar a          estudar hoje mesmo!

4. Participe de eventos na sua área.
Você já deve ter ouvido falar de network. É uma palavra usada para falar sobre sua            rede de conhecimentos. Pessoas que podem ser interessantes para trocar ideias e                aprender mais ou ter melhores oportunidades.
Entendam que não é algo relacionado a interesse. Você não vai querer conhecer as            pessoas para conseguir algo em troca. Pode ser pela amizade em si, pelo                                conhecimento, pelas coisas que aquela pessoa sabe e você não.
Quando estou falando de eventos não estou me referindo à nada chique. Pode ser os          eventos da sua faculdade ou, mesmo você que já se formou, sei que eles enviam                  convites para ex-alunos. Fora que, geralmente são DE GRAÇA! 😉
As pessoas ali estão dispostas a aprender, a conhecer pessoas novas, a falar sobre o            mesmo assunto que você está buscando. Que oportunidade, hein!!

      5. Trabalhe sua inteligência emocional.
O mercado está difícil para quem procura emprego, mas também está difícil para               quem está contratando. Acredite! Encontrar pessoas atualizadas, bem preparadas,             com a mente aberta não está tão fácil assim. Um currículo espetacular não substitui           uma pessoa equilibrada e que sabe lidar bem com suas emoções.
É preciso saber lidar com pessoas, com pressão e com suas próprias frustrações. Fiz           um vídeo a algum tempo atrás onde falo sobre isto de forma mais detalhada. Vale a           pena assistir. É só clicar aqui!

E aí? Qual ou quais você já está ok e qual ou quais ainda precisa colocar em prática?

Sucesso!

Mais

Dicas para falar bem em público

Este é um dos pedidos mais recorrentes no Dica pra Hoje.
Várias pessoas me pedem dicas para falar em público.
Já tenho vídeos sobre isto, mas resolvi compartilhar em podcast, assim você escuta enquanto faz suas atividades no dia a dia.

Anote estas dicas para não esquecer e quando usá-las me conte se deu certo! 😉

 

 

Vejas os links dos vídeos citados no início:

Mais

Desafio do Dica pra Hoje em julho.

A gente costuma conversar bastante por aqui a respeito de planejamento. Gosto de me planejar porque, caso as coisas sigam seu fluxo, eu consigo conquistar os meus objetivos. E, caso dê errado e eu precise recalcular a rota, ao menos saberei o que havia planejado anteriormente para poder planejar diferente.

Existem algumas metas que cabem a nós, e somente a nós, a responsabilidade de alcançá-las. Porém existem outras que não cabe só a nós, mas que depende de outras pessoas, e neste caso, precisamos passar o bastão para quem poderá realizá-lo. É o que chamamos de delegar.

Eu compartilhei com vocês, no começo do ano, minha meta de atingir 50 mil inscritos no youtube. Esta é minha meta pessoal, como forma  de medir a relevância do Dica.
Não quero inscritos “vazios”. Aqueles que são só números, mas não interagem, não assistem, não curtem, não se engajam, não acreditam nas dicas, entende?
Quero seguidores que sejam ajudados e, por serem ajudados, passem as dicas pra frente.

Só que esta meta não é uma daquelas que depende de mim. Por mais que eu dê o meu melhor buscando conteúdos interessantes para vocês, não posso obrigá-los (e nem quero!rs) a se inscreverem e me seguirem. Só posso mesmo “conversar com vocês”.

Meu desejo era no meio do ano, em julho, chegar aos 20 mil inscritos. E estamos “quase” lá! rs Estamos chegando aos 15 mil, na verdade. E queria convidar você a entrar comigo nessa!

Não! Não quero que você fique convencendo às pessoas a se inscreverem no canal! rs
Não! Não quero que você compartilhe este post, por exemplo. Este post é minha conversa COM VOCÊ que já é de casa.

O que eu gostaria é que você que me segue aqui no blog e gosta dos conteúdos do Dica, se inscrevesse no canal. (Sim, tem gente por aqui que lê os posts, mas ainda não assiste os vídeos 😦 ) E também queria que você compartilhasse os posts e vídeos, mas não qualquer um.

Sabe quando você lê um post ou assiste um vídeo e pensa: “Nossa! Foi pra mim!” ou  então “Meu Deus! Não havia pensado desta forma”. Então, talvez haja outras pessoas que também se identifiquem com este conteúdo e que poderiam conhecer o Dica.

Quanto aos seus objetivos, eu espero contribuir sempre com as melhores dicas para te ajudar a chegar lá!
Aquelas que não cabem só a você, não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda porque você pode ter pessoas querendo te ajudar mas não sabem como! 🙂

Você vem comigo?