Acredite, a culpa sempre é sua.

Um dia desses indiquei um livro que gostei demais de ter lido e uma pessoa comentou que o livro realmente era incrível, mas que precisava praticar.
Achei interessante ela ter de fazer esta observação de que “precisava praticar”, porque eu nunca na minha vida entendi que algum conhecimento seria incrível, não sendo praticado.
Para mim era redundância.

Entenda: Se eu indiquei um livro porque gostei da leitura, e é um livro não-ficção e que fala sobre mudança de atitude, não tem como eu simplesmente achar o livro bom porque o texto é bom.

Lembro que quando indiquei, eu falei que era um livro que te levava a agir. Se me leva à ação, como lê-lo e não agir?

Fiquei um pouco revoltada com a situação, mas deixei esta revolta só dentro de mim. Até me sentar aqui, às 22h, e não me aguentar e começar a escrever.

Percebi, tristemente, que se existe este tipo de comentário, é porque ao menos uma pessoa neste mundo tem o costume de ler livros que são geradores de ação, mas não agem.
Percebi que ferramentas poderosas (não gosto da palavra poderosa, é tão mal utilizada ultimamente, mas só penso nela neste momento) chegam até as mãos das pessoas, mas não geram transformação simplesmente porque a pessoa acessa como se fosse mais um conteúdo, como tantos outros.

Costumo falar, entre um vídeo e outro, que não importa o quanto você gostou de um vídeo meu e nem do quanto te ajudou, se você não colocou em prática; e depois desta análise toda, vinda a partir de uma recomendação de um simples livro (risos), entendo porque tantas pessoas me seguem há tanto tempo, assistem aos vídeos, leem os meus textos, me acompanham nas redes sociais, mas vivem com os mesmos problemas, reclamam das mesmas dificuldades e se questionam dos mesmos impasses.

A pessoa parou na vida e não consegue perceber que a culpa é dela mesma.
Algumas até não entendem porque a vida está como está ou porque não conseguem realizar o que gostariam. Não sabem porque não veem mudanças se seguem pessoas banacas, se assistem vídeos educativos e inspirativos, se até já contrataram serviços de profissionais competentes.

É que nada muda se você não colocar em prática!
A vida não anda em linha reta, se você escolhe andar em círculos.

A resposta para isso é quando recebo comentários de pessoas que, colocando em prática, conseguiram andar de avião pela primeira vez, conheceram o mar, quitaram dívidas, limparam seus nomes, começaram a se organizar, aprenderam a serem produtivas e tirar seus sonhos da cabeça e fazer acontecer.

A mudança vem depois de um movimento, não da inércia. E o movimento exige esforço, te tira do conforto. Para se esforçar é necessário decidir. E quem decide é você. Nunca é outra pessoa.

Que triste seria perceber que me permiti ser alguém que não cresceu, não melhorou, não se desenvolveu, não realizou simplesmente porque não colocou os aprendizados em prática.

Qual o primeiro passo que você pode dar hoje, para colocar o que aprendeu com este texto, em prática? Faça logo!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s