Reflexões

Encontrando coragem para perseguir seu sonho: A carta de um pai que mudou minha vida.

AAEAAQAAAAAAAAp4AAAAJDUzMGI4ZDYyLTU5Y2UtNDRkZi04MTBhLWJmNzJmYWE3MTI2Yw

Quatro anos atrás, eu me vi lutando com a decisão profissional mais difícil da minha vida. Eu estava tentando escolher entre duas opções muito diferentes. Uma era ficar no meu trabalho, que me provia com dinheiro e benefícios, mas não era um trabalho que eu estava extraordinariamente empolgado em fazer. A outra opção era me tornar um escritor em tempo integral e palestrante, algo que eu era verdadeiramente apaixonado, mas que não me oferecia segurança financeira e estabilidade.

Eu descobri que você nunca é velho demais para se beneficiar de alguém mais velho e mais sábio. Então eu escrevi uma carta para o meu pai, na época de 80 anos, e o perguntei o que eu deveria fazer, ele compartilhou uma história sobre ele como um menino que eu nunca tinha ouvido antes. Sua carta dizia:

“Filho, quando eu tinha 5, 6 anos sabia exatamente o que eu queria fazer quando eu crescesse. Eu queria ser cantor – sim, um cantor – como Billy Crosby, Frank Sinatra, ou Tony Bennett. Minha mãe sempre escutava todas as músicas conhecidas no rádio, e eu escutava junto. E eu apenas sabia que era isso que eu queria.

Mas quando eu comecei a primeira série eu conhecia todas as músicas famosas – letra e músicas de cor. Mais ou menos na segunda ou terceira série o professor perguntou se alguém na sala tinha algum talento como dançar ou cantar ou fazer algum truque de mágica – coisas assim. Bem, eu levantei minha mão e disse que eu cantava. Então ela me perguntou se eu cantaria uma música para a sala. Apesar do fato de que eu nunca cantei na frente de ninguém, exceto para minha mãe, eu disse sim. Eu escolhi minha música favorita, e cantei. Eu cantei a música inteira – letra e música certas. Eu ainda me lembro da música. Era “I don’t want to set the world on fire“, de Ink Spots.

Quando eu havia terminado, o professor e os alunos aplaudiram. E foi aí que eu estava certo que era aquilo que eu estava destinado para fazer da vida.

Infelizmente, aquela foi não apenas a primeira vez que eu havia cantado em frente de uma audiência, como também foi a última vez. A vida tomou seu rumo. Mas ele realmente permaneceu no meu sonho pelo resto da minha vida. Eu nunca tive a coragem para perseguir isto. Isto foi há 75 anos atrás, e não tem um mês que passe que eu não me arrependa. Um dia, filho, você acordará e terá 80 anos de idade como eu, e será tarde também.”

E se esta história não fosse o suficiente para me motivar, meu pai fechou a carta com estas palavras que literalmente tiraram minha respiração e mudaram a minha vida. Ele disse

“Eu amaria te ver perseguir seu sonho. Mas isto não significa na sua vida, filho – isto significa na minha. – com amor, pai”.

Estas palavras me tocaram como um chute inesperado na cabeça. Tudo pareceu parar. Eu li estas palavras novamente. (Ele disse o que eu acho que ele disse?). Sim, ele disse. Meu pai havia colocado a luva em minha frente e me desafiou a pegá-la. Não muito tempo no futuro, muitos anos na estrada. Mas exatamente agora.

Mais importante, meu sonho não era mais só meu sonho. Agora, era o sonho do meu pai também. Neste momento, ele provavelmente não alcançará mais seu sonho de ser um cantor profissional. Mas através de mim, se eu tiver a coragem de passar por isso, ele pode desfrutar o fechamento que ele nunca teve com seu próprio sonho.

Eu espero que você aprenda algo com a carta do meu pai também. Muitos de nós abriga um sonho secreto, nós ficamos com muito medo para persegui-lo. E se formos os únicos, ficamos desapontados, acredito que tudo bem. Mas nós provavelmente temos alguém em nossas vidas que nos importamos e que também quer nos ver perseguindo nossos sonhos. Pode ser um de seus pais, irmãos, esposa, amigo, colega de trabalho, ou alguma criança.

Não importa quem é para você, se não for atrás de seu sonho para o seu próprio bem, faça por eles. Você fará duas pessoas felizes no processo.

A propósito, dois dias depois de ler esta carta, eu fui até a sala do meu chefe e pedi demissão do meu emprego de vinte anos para correr atrás do meu sonho. E foi a melhor decisão que já tomei em minha vida.

Obrigado, pai.

Link do texto original: https://www.linkedin.com/pulse/finding-courage-pursue-your-dream-fathers-letter-changed-smith?trk=v-feed&lipi=urn%3Ali%3Apage%3Ad_flagship3_profile_view_base_recent_activity_details_shares%3B9Vb3vJkUijIdlaOszsZPrg%3D%3D

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s