Mais

Dica de filme: "Minha vida sem mim"

Quebrando o jejum de posts aqui no blog, tenho uma dica muito especial!
Gosto demais de filmes e, sempre que assisto busco tirar lições, de alguma forma.
Particularmente, adoro filmes e séries em que os personagens principais são femininos.
Espero não ser a única pessoa do mundo que se coloca no lugar do personagem principal e fica pensando; “e se eu fosse assim?”. hahaha (Será que sou só eu?)
Estava em casa à noite e vi a chamada deste filme no Netflix.
Li o resumo e comecei a ver.
O filme, em português se chama “Minha vida sem mim”. 
Conta a história de uma jovem, casada e com duas filhas que descobre um tumor em estágio avançado e recebe a notícia que tem apenas mais alguns meses de vida.
Ela faz uma lista de coisas que gostaria de fazer antes de morrer e o filme vai se desenrolando através dos pensamentos e realizações dela.
Quando ela começou a fazer a lista, por mais que já tenha essa noção, caiu a ficha de como nossa vida é breve.
Em um momento estamos aqui e em outro já não estamos mais.
O que são 20, 30, 60, 80 anos, se não forem bem vividos?
Confesso também que fiz uma listinha de algumas coisas que quero realizar antes de morrer, que vão mais além de “conseguir juntar tanto”, ou  “comprar tal coisa”.
Eu quero colecionar boas lembranças. Quero gerar boas memórias ao meu respeito.
Refleti, meio que segurando as lágrimas, confesso, que não tem nada mais importante na minha vida do que fazer diferença na vida das pessoas.
Não sei explicar pra vocês, mas tenho um sentimento de urgência de, de alguma forma, tornar onde estou, um lugar melhor e tornar as pessoas ao meu redor, um pouco melhores.
Não que eu tenha super poderes ou que eu seja mais especial, mas simplesmente porque essa é minha parte.
Te convido a assistir este filme, com este ponto de vista.
Não que você vá fazer uma listinha, se quiser também, acho legal. Mas que você reflita no que você tem deixado pras pessoas que ficam.
E também, não que eu concorde com todos os desejos dela, afinal filme é filme, mas que pense no entorno, nas tenções, nas motivações.
Durante o filme ela vai gravando áudios para pessoas que fazer parte da vida dela para que saibam o que ela realmente sentia e queria, mas, e hoje? Será que precisamos estar a ponto de morrer para que alguém saiba do nosso amor, do nosso carinho, dos nossos desejos?
O filme tem cerca de uma hora e meia, mas passou tão rápido, que mesmo com os olhos cansados, não consegui pausar.
O trailer em português não é tão bom, mas só pra você entrar um pouco no clima. rsrs

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s