Mais

Aprendendo a cair

Para quem não consegue entender de onde vem inspiração para escrever os posts, aí vai uma curiosidade: essa Dica pra hoje surgiu assistindo jogo de vôlei feminino na televisão. Eu olhei a forma como elas caem no chão quando vão pegar uma bola mais difícil e me lembrei que uma vez vi que elas aprendem a cair. Faz parte do treino. Elas aprendem a cair para não se machucarem tanto quanto aconteceria se caíssem sem nenhum cuidado.
Então, acreditem, a inspiração vem de tudo e está em tudo. Podemos aprender coisas novas o tempo todo, basta que mudemos nosso ponto de vista.
Geralmente olhamos as coisas com olhares negativos e por isso fica difícil aprender, mas abra sua mente para as coisas boas que talvez você escreverá melhor que eu!! 😉
Voltando agora para o assunto de hoje, sei que é estranho falar em “aprender a cair”, até porque ninguém gosta de cair. Queda lembra machucado, ferimento, dor, lágrim,  etc.
Se pudéssemos nunca iríamos querer cair.
Você já viu uma criança cair? Acontece principalmente quando ela está aprendendo a andar. Ela se levanta, começa a andar cambaleando até chegar o bendito tombo. Logo que ela cai, fica assustada e olha para sua referência principal: seus pais. Eles desesperados arregalam seus olhos e vão correndo levantá-la e fazendo aqueles gemidos típicos.
Assim que a criança olha a expressão de seus pais ela começa a chorar também…
Mas, você já reparou que se os pais ou as pessoas ao redor não fazem estardalhaço a criança não chora? Pois é… Eu já reparei.
Aí está o ensinamento sobre cair.
É lógico que quando falamos da queda de uma criança, devemos tomar cuidado com ferimentos graves, mas na vida real, hoje adultos, devemos saber que os tombos fazem parte da caminhada, e ainda que nos olhem com cara feia ou nos julgando, não devemos nos importar com eles, apenas com os aprendizados.  
O que poderíamos ter feito para que aquele tombo não tivesse acontecido. Pronto, daí valeu a pena.
Cair não é vergonha, não é tudo de horrível que todos pensam, na verdade quer dizer que você tentou alguma coisa.
Você pode evitar ferimentos ouvindo as pessoas que te amam e seus conselhos, mas se não quiser ouvir e der errado, assuma. Levante-se, limpe os ferimentos, coloque um curativo e continue a caminhada.
Independente de qual o estágio você se encontra, novas oportunidades estão sempre começando.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s