Mais

No meio do caminho havia uma pedra.

Talvez você já conheça o poema de Carlos Drummond e já tenha até repetido frases soltas sem pensar muito sobre o assunto.
Hoje quero te convidar a prestar um pouco de atenção nesta frase que ao mesmo tempo que é simples, pode trazer verdades relevantes pra você.
Sempre que queremos realizar alguma coisa nos animamos, começamos a caminhada e logo no primeiro problema… desistimos.
Algumas vezes pensamos que talvez “não era pra ser”, outras vezes achamos que somos coitados. Que nada de bom acontece conosco. Independente destas posturas que você escolha, nenhuma delas mudará o fato de que você não alcançou seu objetivo.
As decisões fáceis são as mais escolhidas, mas nem sempre são as melhores.
Passar por dificuldades faz parte da vida e muitas vezes gera crescimento, mas se fugirmos, perderemos oportunidades incríveis!
Estas oportunidades podem aparecem como pedras no meio caminho.
Às vezes podemos pulá-la, se for muito grande podemos escalá-la, mas se for maior do que aguentamos, podemos contorná-la. 
Cabe a você saber qual a melhor opção, mas em nenhuma delas está disponível recuar. A não ser que seja para tomar fôlego para seguir a diante.
Pedras, pedrinhas, pedregulhos, montanhas podem aparecer no meio do caminho.
Algumas vezes com mais frequência, outras vezes com menos frequência.
Mas sua postura vai determinar o quão perto poderá chegar dos seus objetivos.
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s