Mais

Texto de quarta

E agora vejo, ainda que timidamente, o sol sair por entre as nuvens.
A visão embaçada não me incomoda mais e busca novas cores.
Ainda dói olhar pra trás e perceber que tantas coisas se passaram,
mas não existem vãos, não existem espaços.
Existem nós. Nós dois.
Caminhar só a dois pés é mais cansativo,
sinto falta dos teus ombros, dos meus apoios,
da tua voz.
Ainda caem lágrimas, ainda faltam palavras,
mas percebo que o que me faz falta ao mesmo tempo me liberta.
Estou alerta, estou viva, estou aqui.
Quem sabe o que acontecerá amanhã,
mas hoje, pelo menos hoje,
estou bem assim.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s