Mais

Você conhece seus direitos?

Não sei se você sabe mas há 8 meses atrás me mudei para mais perto do meu trabalho, exatamente por este motivo: por ser perto do meu trabalho. rs
Eu tinha muito problema com os ônibus que pegava, sempre estavam atrasados e, primeiro, como profissional, tenho um horário a cumprir. Segundo, como professora, não existe a possibilidade de deixar meus alunos me esperando.
Por coincidência ou Deus mesmo que me ama muito me colocou pessoas que me possibilitaram morar onde moro.
Hoje, posso sair 5 minutos antes do meu horário que chego cedo. rsrs
Para chegar, eu só preciso caminhar um pouco, atravessar uma rua e andar mais alguns passos.
Antes de continuar preciso dizer que o bairro onde moro é de pessoas com um nível um pouco melhor de vida. Estou explicando este detalhe porque associam o nível social com o nível de educação e, posso dizer que não tem nada a ver.
Todos os dias quando vou atravessar esta rua que expliquei a pouco, fico esperando o maior tempão. A rua não tem semáforo, mas tem faixa de pedestres. O que eu pensei? Eles vão me olhar e parar. Pois que nada! Se eu não me jogar na frente ou se não tiver um motorista meio assanhado eles não param não!
Neste domingo eu estava conversando com a minha vizinha e ela comentou que uma amiga foi multada por não ter dado a vez ao pedestre.
Qual foi minha surpresa, pois nem sabia que existia esta lei.
Se você colocar o pé na faixa, vou repetir NA FAIXA não no meio da rua, eles DEVEM parar imediatamente. E se não pararem e houver um fiscal, o motorista deverá ser multado. É infração gravíssima, com multa de R$ 191.53 e penalidade de 7 pontos na carteira.
Pesquisei um pouco mais na internet e encontrei esta matéria que me pareceu bem esclarecedora: Último Segundo
Inclusive também é passivo de multa e penalidade na carteira não esperar o pedestre terminar de atravessar a rua (na faixa) mesmo que o sinal tenha aberto enquanto atravessada ou parar o veículo sobre a faixa quando o semáforo fechou.
Eu fiquei tão abobalhada lendo esta matéria que me dá indignação em saber que a maioria dos motoristas que cruzam meus dias cometem exatamente estas infrações.
Eu não sabia que eram faltas graves, mas imaginei que errado seria.
Já dei sermão, já olhei com cara feia, já reclamei com o motorista para fazê-lo sentir-se envergonhado (dá certo, viu!? rs), mas agora já sei meus direitos como pedestre!
Outra coisa que nós não damos o devido valor, mas que já salvou de mais a minha vida, foi o código do consumidor.
No começo aconteciam algumas situações chatas, e eu na ignorância deixava passar. Até porque nem todas as lojas são corretas e não querem ter prejuízo, então acabam cometendo erros absurdos, quebrando nossos direitos como consumidores.
Você sabia que se comprar algum produto, mas por algum motivo mudar de ideia, tem 7 dias para devolver e receber seu dinheiro de volta sem pagamento de qualquer multa? Isso vale para uma assinatura de revista, eletrodomésticos, roupas, modens de internet, assinatura de canais a cabo, etc.
Você sabia que se seu banco te cobra taxas sem te consultar e você solicitar o cancelamento ele deve ser feito sem constrangimentos e insistências e também todo o valor debitado deve ser devolvido?
Você sabia que nenhum estabelecimento pode colocar o seu nome no SPC ou SERASA sem ter te avisado anteriormente ou cortar sua luz, água, internet sem comunicação prévia?
Enfim, tem muita coisa que não pode acontecer, mas que acontece primeiro porque exitem pessoas corruptas e à elas só direciono minha pena, pois a vida é uma caixinha de surpresas, segundo porque não podemos exigir o que não sabemos. Então uma parcela da culpa é nossa por não buscarmos conhecer nossos direitos.
Eu poderia citar vários outros exemplos , mas o que quero dizer é que o mundo não é tão horroroso quanto parece. Nem tudo é injustiça. Algumas vezes precisamos nos posicionar e exigir que o correto seja feito.
Eu sei que a mentalidade de alguns é “mas não vai adiantar nada. Essas coisas vão continuar acontecendo”. E eu te digo: “Vão mesmo, por causa de pessoas com mentes pequenas e conformadas como a sua”. 
Eu acredito que nossas atitudes podem mudar o mundo, mas para alcançarmos o macro temos que começar no micro: na nossa casa, no nosso bairro, no nosso trabalho, na faculdade, nos cursos extras, academias, etc.
Uma pessoa correta brilha onde está, às vezes sem mesmo falar, só por suas atitudes. Mas ao mesmo tempo que a luz ilumina e traz pessoas pra perto que querem seguir nesta caminhada com você, também incomoda, pois mostra o erro do outro.
Cabe a você escolher quem quer por perto.
Pense nisto.
Pense!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s