Mais

Dê a louca na sua vida.

Antes de mais nada, eu preciso te falar que amor rotina!
Pra falar a verdade, nada me deixa mais feliz do que saber o que vai acontecer no meu dia ou o que vem depois do próximo momento.
Não que eu seja paranóica e caso aconteça um imprevisto eu não saiba lidar, não é isso, mas me sinto tranquila quando tenho o controle do meu dia ou das minhas tarefas. Não me intendia, entendeu?
Explicado tudo isto, posso entrar no assunto de hoje.
Eu sei que muita gente não gosta de rotina, prefere viver na loucura e sem pensar no amanhã, mas mesmo estas pessoas acabam vivendo uma rotina porque nossa vida nos obriga: horário para trabalhar, para chegar em casa, horário para estudar, enfim, certas coisas não tem como fugir, mas não quero falar exatamente sobre sair da rotina. Quero falar sobre fazer algo completamente diferente do que já fez.
Eu tenho muitos planos para o meu futuro.
Graças ao livro “Vida Organizada”(logo, logo resenha no canal), consegui esquematizar de forma mais prática minhas metas e percebi que muito do que quero fazer, não seria a mesma coisa da Joyce de 5 anos atrás.
A Joyce de 5 anos atrás queria ser uma executiva, viver no terninho em um escritório bonito em alguma avenida importante, tipo Avenida Paulista, em São Paulo, em um prédio renomado e ganhando muito dinheiro. A Joyce de 5 anos atrás não tinha a menor tolerância a determinadas pessoas, não se preocupava em ferir os outros, não se conhecia e estava meio perdida quanto ao auto-conhecimento.
O tempo foi passando, certas situações colaboraram para minhas mudança,s e hoje, com certeza, não sou mais a mesma e nem tenho os mesmos sonhos e comportamentos.
As coisas que ainda quero realizar são completamente diferentes do que eu julgaria normal ou seguro, financeiramente falando, mas cansei de viver dentro daquela forminha que somos obrigados a viver e nesta ânsia eterna de ser plenamente feliz e me realizar, decidi que nem sempre o mais seguro é o melhor.
Nem sempre o que me trará estabilidade financeira me trará estabilidade emocional. E nem sempre o que me fará ser aceita é o que me fará me aceitar. 
Quero ousar e quero não ter medo disto.
Não tenho mais vergonha ou medo de falar sobre meus novos objetivos, pelo contrário, sempre quero “contagiar”as pessoas a fazerem o mesmo.
No fundo, no fundo, acho que todos (ou a maioria) queriam ter esta coragem, mas ficaram presos nas raízes que eles mesmos plantaram em seus pés.
Atreva-se!
Faça um curso diferente, que sempre quis fazer, mas não tinha coragem. Mude seu estilo de se vestir, coloque aquele batom que sempre quis, mas tinha medo dos julgamentos. Envie seu currículo para aquela empresa que sempre quis trabalhar, mas achava que jamais seria chamado. O que custa??? TENTE! Escreva uma carta de amor, daquelas melosas, que você teria vergonha de mostrar para alguém, mas que você sabe que a pessoa ficaria extremamente feliz. Diga que ama primeiro. Adquira um novo hábito (não vício, tá?).
O que eu quero é que você não entre em forminhas que te colocam.
Nosso estilo de vida (no geral) não nos permite ousar. Nossos políticos, a mídia, os padrões, os costumes meio que nos impões que sejamos de determinada forma e nos obrigam a viver um certo estilo.
As pessoas criaram em sua mente que ser bem sucedido é ser assim ou assado, quando na verdade, se bem sucedido é ser feliz em toda sua plenitude. Em todas as áreas, sem restrições.
E quando você é feliz, instantaneamente faz os outros felizes. E isto é muito bom!
Um forte abraço cheio de loucura!
Espero que te contagie!!
Aproveite!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s