Mais

Cansei…

Tenho recebido por e-mail , mensagens e afins mensagens de pessoas que estão querendo mudar de carreira, e muitas querem ir para ramos completamente diferentes.
Até aí, não vejo problema.
Creio que podemos perceber no meio do caminho que o que tínhamos escolhido não era exatamente aquilo que queríamos e então, o mais correto é mudar a direção.
Já falei em outros posts inclusive que como nossa geração viverá mais que as anteriores, devido ao avanço da tecnologia e ao aumento dos cuidados pessoais, não acho justo ficar a vida inteira sem arriscar algo diferente. Vai de você.
O problema é que algumas pessoas tem me perguntado o que eu acho disso ou daquilo e se aconselho a mudança. Quando eu pergunto a razão da decisão, a resposta é: “é porque é mais fácil”. 
Posso ser bem sincera?
Se você quer mudar de carreira porque a sua dá muito trabalho, sinal que você está precisando na verdade, tomar vergonha na cara. #prontofalei.
Mudar de profissão é uma decisão tão importante quanto escolher sua primeira profissão.
Você não vai ficar ciscando de galho em galho, então DEVE pensar muito bem para ter certeza de que não tomará a decisão errada.
Menos trabalho ou mais trabalho não fará a diferença se for aquilo que você realmente gosta!
Ir ao trabalho, ainda que em dias mais tristes, deve ser algo motivador.
Sabe quando você está cansado, com preguiça, mas quando chega no local esquece todo o estresse e começa a trabalhar focando no seu dia, nas suas realizações, etc?
Você não vai, todos os dias, estar super animado. Dias ruins também acontecem, mas por ser o que você é apaixonado por fazer, será mais um prazer que um fardo.
Não queira ser mediado fazendo algo que simplesmente “seja mais fácil”, queira fazer algo que você sabe que realizará de forma perfeita, com amor.
Desafie-se e não deixe descontentamentos alheio diminuir sua paixão pelo sua função.
Se eu fosse me deixar influenciar, seria a pessoa mais infeliz do mundo!
Você já ouviu o número de pessoas que reclamam por ser professor ou que falam mal desta função?
Já percebeu como falam dos professores como se fossem coitados?
Mas eu, Joyce Coelho, desempenho minha função da melhor forma que posso, com sorriso nos lábios! Faço questão que saibam que sou professora e que amo ser!
Não fico chorando pitangas para os outros que nada podem fazer por mim.
Minha rebeldia será representada em meu voto e se não estivesse feliz com meu salário ou local de trabalho, poderia simplesmente mudar de empresa ou de carreira.
Por isso fica o convite, lembre-se de porque escolheu sua profissão e o que sentia quando a desempenhava nos primeiros dias. Se você sentir o coração acelerado novamente, é sinal de que só precisa de um renovo. Se não, mude para algo que te motive, não que te “facilite”.
Um abraço!!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s