Escolhendo a empresa que quero trabalhar.

Bem, gente, tenho escrito alguns posts sobre “Profissão e Carreira” , você encontra aqui:
Hoje, continuando o assunto, vamos falar sobre a escolha da empresa para enviar currículo.
Daí, você deve estar pensando… “Mas não sou eu que escolho, é a empresa, não?”
Não!

Você sabia que você pode e deve escolher com muita cautela a empresa que vai se candidatar?
É verdade…
Pensando nisso, quero te falar algumas coisas…
Quando você escolhe a empresa, você escolhe o ambiente, seus companheiros de trabalho, seu espaço, seu uniforme, sua chance de crescimento. Vou explicar melhor.
Muita gente se engana e aceita qualquer vaga só para não ficar desempregado… Realmente, algumas situações são tão difíceis que o “luxo” da escolha, não existe. 
Caso esta não seja sua situação, indico que antes de tudo reflita sobre a empresa que está “de olho”.
Primeiro, escolha o cargo que quer trabalhar.
Não saia “atirando” em todos os lados! Isso é feio e até você se perde.
Escolha o que gosta e o que sabe fazer bem. Até porque, eles vão analisar sua experiência com suas características pessoais e o que você diz sobre você.
Escolheu a empresa? Legal.
Agora, pesquise com carinho as empresas que oferecem boas vagas neste segmento que você quer.
Coloque no google, pergunte para amigos, leia revistas que dão os rankings das melhores empresas para trabalhar, você pode também falar com alguns funcionários (quando possível) se eles gostam de trabalhar lá, quais as vantagens e desvantagens, etc. Seja cara de pau.
Eu já havia falado  que na entrevista você pode perguntar sobre a vaga e a empresa. E isto não é mau visto! É um direito seu!
Pergunte sobre chances de crescimento (sem colocar o boi na frente da carroça), sobre horário: é fixo? Trabalho fim de semana? Será preciso fazer horas extras? Enfim, faça uma listinha de dúvidas. Caso não se lembre na hora, pergunte se pode enviar via e-mail. Lógico que, também, com bom censo. Não vá enviar em e-mail gigantesco de perguntas, pois pode soar petulante.
As perguntas são importantes, pois no futuro, caso alguma surpresa apareça, você poderá questionar, já que não havia sido avisado. Se um dia alguém pedir para você ficar algumas horinhas a mais e você tem faculdade ou algum outro curso ou enfim, qualquer emergência, você pode dizer que já havia avisado sua disponibilidade no dia da entrevista.
Gente, não faz mal, algum dia, você ficar umas horinhas. Faz parte. É necessário. Mas, caso vire rotina, uma conversa mais séria deve acontecer.
E faça isso com todas as empresas que for trabalhar.
Sinta o clima do ambiente, repare, se tiver oportunidade, nas pessoas que trabalham lá. Suas feições, postura, etc. 
E se seu “futuro chefe” for quem te entrevista, veja se “vai com a cara dele”. Isto é muito importante para se imaginar na empresa a curto ou longo prazo.
Quais são outras dúvidas que você tem? Já passou por alguma situação constrangedora ou engraçado em uma entrevista? Fala pra mim 😉
Um bom dia!
Aproveite!
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s