Mais

Relacionamentos

Ainda estou tentando mudar algumas coisas no meu blog, como por exemplo, fazer uma segunda barra de páginas (ou menu, não sei como chama) mas não descobri como faz. Se alguém souber me fale…
Assim que conseguir, além de “Segunda-feira: Segunda chance”, colocarei mais uma “aba” com o tema “Relacionamentos”.

Lidar com pessoas não é tarefa fácil!
Cada um tem seu jeito de ser. Uns são mais maleáveis, outros com “síndrome de Gabriela” (Eu cresci assim, serei sempre assim… que pena) mas esquecemos que muito do que precisamos melhorar em nossos relacionamentos deve vir de nós!

Não importa se seu relacionamento é com seus pais, namorado, noivo, marido, amigos ou com você mesmo. Relacionar-se é uma arte!

Hoje vou falar um pouco sobre a questão do namoro. E muito do que vou compartilhar é baseado no livro “Limites no namoro”, de Dr. Henry Cloud e Dr. John Townsend.

Namorar é algo muito importante! Nos acrescenta experiências, nos amadurece, nos transforma, mas no momento inapropriado pode causar desapontamentos, depressão, baixa auto- estima e tantas outras coisas que não queremos.

Uma das coisas boas do namoro é saber que você tem uma pessoa pra sair, pra conversar, pra passear, pra passar o tempo ou até mesmo pra fazer nada; uma das coisas ruins do namoro é saber que você tem uma pessoa pra sair, pra conversar, pra passear, pra passar o tempo ou até mesmo pra fazer nada… rsrs

Deu pra entender a jogada de palavras? rsrs

O namoro não pode te impedir de continuar se relacionando com seus amigos, com seus parentes, com novos amigos e com você mesmo… Se uma destas opções está acontecendo, seu namoro não está sendo saudável. E isto vale para você também analisar se está causando este “problema” para seu namorado.

Outra coisa… o namoro não pode te distrair de se preparar para o futuro. Lembra daquelas vontades loucas de viajar para algum lugar, de começar “aquele” curso que você sempre quis, etc? Por acaso você os deixou de lado porque, bem… está namorando?

Talvez esteja se sacrificando de mais… Abrir mão de algumas coisas faz parte. Mas abrir mão de tudo, pode te levar à frustrações e/ou depressão. Em algum momento de discussão, você pode acabar jogando na cara do seu namorado, algo que você mesma não teve coragem de se posicionar.

E temos de contar com um detalhe… namoros (felizmente ou infelizmente) terminam. E se isto acontecer, você pode ter perdido um bom tempo de sua vida vivendo em prol de uma outra pessoa e ter estacionado sua vida. Principalmente as mulheres tendem a ser assim… tenham equilíbrio!

Namorar deve ser uma fase boa e gerar boas lembranças!
Namore com “moderação”.

Aproveite!

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s